A Próxima Geração da Tecnologia

 
O Instituto Politécnico de Macau oferece um curso de informática com especialização em Tecnologia de Jogos Digitais - um curso único que nasceu de uma colaboração exclusiva com esta indústria.

ptcentre teaching research

Esta especialização integra o programa de licenciatura em Informática, tendo sido desenvolvida em parceria com a Gaming Standards Association e IGT.


Os primeiros graduados com especialização em tecnologia de jogos digitais deixarão o Instituto Politécnico de Macau este verão, para ocupar os seus lugares entre os futuros inovadores da indústria. .

Trata-se de um grande passo, considerando o potencial impacto que estes jovens terão sobre as tecnologias que estão a redefinir a forma como operam os casinos, como estes são regulados e o âmbito da experiência que oferecem ao cliente, não apenas em Macau, mas em todo o mundo.

"Os alunos poderão explorar as vantagens decorrentes dos standards de comunicação, a criação de novos e inovadores produtos e serviços específicos do mercado", afirma a Drª. Rita Tse, coordenadora do Programa de Informática do IPM.

A especialização assenta na tecnologia de comunicação, e a Gaming Standards Association tem sido um dos seus principais arquitectos.

"Nós percebemos que temos que formar, uma vez que há escassez de especialistas em tecnologia", diz o presidente da GSA Peter Deraedt.

A GSA tem sido a força por detrás do desenvolvimento e adopção dos standards abertos incorporados no protocolo Game-to-System - G2S, como é conhecido – o qual é considerado fundamental para o futuro da indústria. Fornece uma linguagem para a comunicação entre as máquinas de jogos e os sistemas. Na verdade, revolucionou esta comunicação, permitindo downloads de software, configuração e verificação remota de software, ferramentas que não existiam há poucos anos atrás.

Na perspectiva de participar na criação de uma geração de programadores e especialistas em redes, cientes das vantagens do uso de standards abertos, em 2007, a GSA e os professores do Instituto Politécnico de Macau juntaram-se no planeamento da especialização e no início das aulas, dois anos depois.

"Foi o standard da GSA que realmente nos motivou e nos deu a ideia" diz a Dra. Tse. "Foi muito estimulante para nós."

"Nós partilhamos a mesma visão", diz Deraedt. "Os asiáticos pensam a longo prazo, o que torna este programa tão único. Os standards são um longo caminho, o que eles compreendem."

Uma relação de estreita colaboração com a indústria é parte do que torna o Instituto Politécnico de Macau especial. Os primeiros frutos foram colhidos em 2007 com o estabelecimento do Centro IPM-Melco de Investigação em Tecnologias de Informação no Jogo e Diversão, fundado com o apoio do Grupo Melco. Proporcionou aos alunos uma variedade de competências no desenvolvimento de jogos e protótipos e produtos MICE, incluindo algumas modelagem virtuais fascinantes.

O Instituto alberga igualmente um laboratório de jogos desenvolvido em parceria com a BMM Compliance, que oferece serviços de teste e certificação, formação de técnicos locais e assistência ao desenvolvimento de standards específicos de Macau.

Sem surpresa, cerca de 40% dos licenciados em Informática do IPM encontram-se empregados na indústria do jogo e afins, estando outros 13% no sector hoteleiro e turismo.

Tendo crescido a par de alguns dos maiores e mais bem sucedidos casinos do mundo, o IPM beneficiou desse contexto para o desenvolvimento de um curso que funcione como uma "ponte" entre os casinos do presente e os avanços futuros das tecnologias de informação, especialmente na sua aplicação prática e estratégica: à análise de dados, por exemplo, ao marketing com bases de dados e à gestão da relação com os clientes, os quais, obviamente, se encontram também em constante evolução.

Os alunos precisam, primeiramente, de uma base em sistemas de gestão da informação e suas aplicações. O jogo é realmente uma das duas especializações da licenciatura em Informática. Sistemas de Informação de Gestão é a segunda. Ambas fornecem uma sólida base em Matemática, Informática e Sistemas de Rede, Gestão de Dados, planeamento dos sistemas de informação, design e controlo, considerados "conceitos fundamentais de computação " e "sólidas aptidões intelectuais e práticas".


O que se espera dos potenciais "Especialistas em Tecnologia de Jogos de Computador" é a capacidade de se aplicar esse conhecimento nas suas áreas. O plano de estudos, em língua inglesa, no 3º e 4º anos, é composto pelas seguintes disciplinas, nomeadamente:
• Introdução à Tecnologia de Jogos
• Tecnologia de Jogos I e II
• Matemática aplicada à Tecnologia de Jogos
• Desenvolvimento de Aplicações Multimédia
• Imagem Digital e Processamento de Vídeo
• Concepção e Desenvolvimento de Jogos Digitais

No 4º ano, os alunos deverão resolver problemas práticos ou a realizar investigação em temas relacionados, sob supervisão.

ptcentre teaching research
"Adquirimos muita experiência", disse o Presidente do IPM, Lei Heong Iok, a Mick Caban da International Game Technology, no passado mês, numa cerimónia de reconhecimento pela contribuição da empresa para o programa do Jogo.

 

As carreiras profissionais são muitas e diversificadas: TIC, sector bancário, Administração Pública e, como é óbvio, operadores de jogo.

Foi a GSA que atraiu o interesse da International Game Technology, a gigante americana das slots, que tem promovido os standards abertos, para apoiar o IPM e os seus alunos, através da doação de equipamento (incluindo dois dos seus produtos de última geração – máquinas (slot machines) AVP), consultoria e formação para o corpo docente do IPM, na sua sede no Reno, Nevada.

Em reconhecimento da contribuição da IGT, o Presidente Lei Heong Iok atribuiu à empresa um certificado de apreciação, no passado mês, numa cerimónia realizada no Instituto, em que houve a tradicional troca de presentes entre o Professor Lei e Mick Caban, gestor de pré-vendas da IGT para a Ásia.

"Adquirimos muita experiência", afirmou o Presidente do IPM, "e com a IGT, os resultados serão ainda mais positivos."

"O projecto é muito bom", respondeu o representante da IGT. "Eu gosto de ajudar as pessoas a compreender melhor o que fazemos. Há tempo demais que se faziam as coisas da mesma maneira porque sempre tinha sido assim. Esperamos, assim, que surjam novas formas de olhar e novas maneiras de fazer as coisas."

Foi a GSA que recomendou o IGT ao Instituto; o IGT compreendeu, de imediato, o significado. Como disse Mick Caban "Os sistemas agora não se centram apenas nas slots; englobam todas as áreas de operação do casino e hotelaria, as mesas de jogo, marketing, auditoria, finanças e caixa. Com o crescimento dos sistemas na área do jogo, são os profissionais de IT que irão controlar o futuro."

Assim sendo, o IPM encontra-se singularmente posicionado para influenciar o futuro.

“Foi a GSA que proporcionou a oportunidade; a IGT apoiou-nos”, reconhece a Dra. Tse, "e juntos esperamos trazer talentos e tecnologia para Macau. Queremos contribuir para a comunidade. O nosso objectivo é criar inovadores.”


Fonte: http://www.asgam.com/in-focus/item/1867-technology's-next-generation.html Segunda-feira, 18MAR2013